segunda-feira, 12 de julho de 2010

você tem hora marcada?

Você é uma pessoa saudável, independente e amável. Está finalmente colocando as coisas em ordem, pensa em ter seu próprio canto, e descobriu que gosta das músicas de Michael Bublé. Já tomou o seu banho e está louco para comer alguma coisa. Nos últimos dias, voltou a pensar naquela bobagem de estar sozinho, mas, afinal, quem liga para isso? O telefone toca.
Seu coração dispara, sua mente te traz a possibilidade: vai que é o amor da sua vida? Não seria lindo se tudo começasse com uma ligação? Você atende. É a sua mãe; que estupidez você imaginar essas coisas que só acontecem em Hollywood.
Há um tempo atrás você ouviu que o amor vem quando se menos espera; e você decidiu então deixar que ele o encontre, resolveu cuidar da sua vida. Mas sabe, já faz um tempo que você esteve distraído, sem pretensões, e agora que seria uma ótima hora, onde foi parar o bendito?
A única maneira de não se decepcionar, caro amigo, é não esperar nada; e essa é a verdade. A gente sempre espera encontrar uma pessoa especial, que nos complete, seja bem humorada e te tire do sério com um só toque. O que podemos fazer? Eu digo que o amor só vem quando se está preparado para ele.
Você quer amar e ser amado, mas antes mesmo de conhecer o pretendente já tem uma lista de exigências, um modelo a ser seguido. Desse jeito você não deixa muitas opções para o seu cupido, já pensou nisso? Cupidos... Tenho que te alertar que eles são míopes, atarefados e gostam de pregar peças, mas eles são esforçados, realmente querem que você se dê bem. Mas o mínimo que você tem a fazer é facilitar para o pobre coitado: abra a sua mente, livre-se dos seus pré-conceitos.
A sua metade pode estar na fila do caixa, no andar de cima ou do outro lado da cidade. Não importa onde você estiver, seja simpático, importe-se com o que acontece à sua volta, seja educado e não descarte possibilidades de imediato. Nós somos a soma do que carregamos, as coisas que falamos, o jeito que sentamos, os amigos que cultivamos, as músicas que escutamos. E isso não se pode perceber com um ou dois dias de convivência.
Pode ser que a química seja intensa no primeiro dia, assim como no quinto dia. O amor não tem um relógio, um encontro marcado, um destino traçado. Ele simplesmente acontece, claro, se você der a chance para ele acontecer. Mas não se iluda. Às vezes ele vem pra você, mas talvez não venha para o seu 'alvo'. Não vá agora para a padaria achando que o padeiro vai te dar o maior mole. Não espere nada, mas espere tudo. O segredo da vida é o equilíbrio.
Às vezes é bom ser mais, às vezes menos. Às vezes é bom ter, às vezes ser. Então decida ser moderado, simpático, educado e acessível. Vai que...?
Laíse Moura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi :) Fico feliz em ter você aqui. Eu adooro comentários! Pode escrever o que achou, vai me ajudar bastante! Obrigada, beijos.