quinta-feira, 16 de abril de 2009

Fazer a coisa certa

Eu prefiro acreditar, ainda que sem sucesso, no potencial, na sinceridade e no amor das pessoas. Eu tenho esperança que um dia, acordaremos, e perceberemos que o mal, a palavra que fere, a violência, a intolerância, são atitudes que não nos levam à lugar algum, e só prejudica o próximo.
A verdade é que com a mesma probabilidade que temos de ferir alguém, podemos ser feridos.
Estive refletindo sobre o caso da senhora que matou seu marido, sua irmã, sua sobrinha, e pretendia suicidar-se. Bom... ela matou três pessoas, e quando tentou consigo mesma não conseguiu; é, quando acontece com a gente machuca, não é? Falta coragem, força, determinação... não sei definir bem, mas sabemos que falta.
Gestos simples que fazemos no nosso dia a dia podem ajudar na convivência: um bom dia acompanhado de um sorriso sincero, iluminará não só o seu dia, mas o dia de quem recebê-lo. Um obrigado com um olhar de gratidão para a pessoa que lhe ajudou, a incentivará a ajudar mais, e você poderá ser ajudado novamente. Um tempo ouvindo uma pessoa cansada, ou ouvindo uma história de uma pessoa idosa, a encorajará, fará bem, e você desfrutará de bons momentos.
Não, você não pode mudar o mundo sozinho, mas pode mobilizar pessoas a começarem com você. Há sempre uma recompensa para uma atitude boa. O seu humor melhorará, o humor das pessoas ao seu redor também, e mais momentos bons acontecerão. Depende de você: você já fez uma boa ação hoje?
Laíse Moura

2 comentários:

  1. dale laíse moura, copiarei seus textos, imprimirei e venderei-os como livro de auto-ajuda >8D

    ResponderExcluir

Oi :) Fico feliz em ter você aqui. Eu adooro comentários! Pode escrever o que achou, vai me ajudar bastante! Obrigada, beijos.