terça-feira, 11 de novembro de 2008

Da imaginação...


Hoje darei asas à minha imaginação,
Pois ela clama por uma oportunidade
De mostrar-me do que é capaz.

Hoje, darei asas aos meus sonhos,
Que me acompanham, mesmo quando
A vida não parece tão boa quanto gostaria.

Hoje, posso dizer que a imaginação e meus sonhos,
São companheiros fiéis nesta jornada,
E neste caminho difícil, à sua companhia,
A paisagem se torna mais bonita aos olhos.

Tenho aprendido, da maneira mais difícil,
Que para mim, devem importar somente
O Hoje, e o Amanhã.

O passado, como devem estar se perguntando,
Se construirá com base no meu Hoje, pois
O Hoje se renova a cada dia, deixando alguns no passado.

O amanhã é importante, pois nele terei a oportunidade,
De fazer aquilo que dentro de 24 horas, não consegui.
Mas não se pode deixar para amanhã aquilo que se pode fazer Hoje.

Minha memória tem se mostrado teimosa.
Ela apenas registra aqueles hojes que valeram a pena.
Aqueles que vivi com intensidade, sejam bons ou ruins.
Ou seja, aqueles que eu realmente aprendi algo.

Mas não pense que minha memória é curta,
Pelo contrário, tenho várias e boas lembranças,
Assim como algumas poucas más lembranças.

Orgulho-me do meu trajeto neste caminho difícil,
A paisagem se torna mais agradável e diferente
E eu sigo, na incerteza de saber pra onde vou.

Claro, irei para o amanhã, mas o amanhã é incerto.
E ele só a Deus pertence, e prefiro deixar assim mesmo.
Vivendo o Hoje com sabedoria, tenho certeza que
O Amanhã virá da forma que mereço, e que assim seja.

Agora só me resta despedir-me, deste verso, pois,
Noto que superou minhas expectativas, de 6 linhas.
Agradeço à minha imaginação, pois ela esteve aqui,
Junto comigo, para elaborar este, que é a minha
Mais pura verdade.

Laíse Moura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi :) Fico feliz em ter você aqui. Eu adooro comentários! Pode escrever o que achou, vai me ajudar bastante! Obrigada, beijos.